terça-feira, 10 de maio de 2011

Sobre pequenas delicias e um canto de cama

Hoje é no meu canto, hoje é no canto dele, segundo andar, há de ser bom, cerveja, moleza, um balançado e levezas naturais, ele sorria parado, eu deitei risonha, mãos,pés, braços e pernas, entrelaçe único, a boca percorria meus seios, lingua quente, vontade contida a dias, beijou minha nuca, encaixou-se em mim, brincou com as mãos, com a boca, sorri em silêncio, pediu aos sussuros, consenti com ações, suor.
O abraço forte dele, enconstou-me no seu peito, alisou meus cabelos, beijou-me a boca, acolheu-me com suas longas pernas, eu no canto da cama e ele com todas as suas delicias de minutos.

Noh

2 comentários:

  1. Woowwww, que tudo! Assim o dia fica melhor de qq forma!
    Ahhhh como amo isso aqui!rs
    Beijoos

    ResponderExcluir